As vendas de veículos novos somaram 321,6 mil unidades no Brasil em novembro, o que representa uma alta de 14,6% em relação a outubro, informou nesta quarta-feira (7) a associação de montadoras instaladas no país, a Anfavea. Em relação ao mesmo mês no ano passado, porém, houve uma queda de 2,1% nas vendas.

Além disso, as importações em novembro somaram 82.667 veículos, alta de 16,4% sobre outubro. Isso corresponde a uma participação no total nas vendas de 25,7%. O percentual é o mais alto do ano e ocorre antes da entrada em vigor em dezembro da medida que elevou a taxação sobre veículos produzidos no exterior.

No acumulado dos 11 primeiros meses deste ano os licenciamentos somam 3,28 milhões de veículos, 4,8% acima do mesmo intervalo de 2010. 

Produção

Já a produção de veículos no Brasil em novembro subiu 3,4% em novembro na comparação com o mês anterior, para 274,5 mil unidades.  

Na comparação com novembro de 2010, a produção apresentou recuo de 9,1%, segundo a entidade.  

Entre janeiro e novembro, a produção brasileira acumula 3,14 milhões de veículos, alta ligeira de 0,9% sobre o mesmo período de 2010.  

 

Exportações

O setor encerrou novembro com exportações de US$ 1,34 bilhão, queda de 5,4% sobre outubro e alta de 7,7% sobre novembro do ano passado.

Entre janeiro e novembro, as vendas externas somaram US$ 14,12 bilhões, alta de 19,9% sobre um ano antes.

Ranking das montadoras

A Fiat registrou vendas de 66.278 automóveis e comerciais leves em novembro, alta de 16% sobre outubro, mantendo a liderança no segmento.

Volkswagen ficou na segunda posição, com emplacamentos de 60.654 unidades, expansão de 13% sobre o mês anterior.  
   
General Motors teve vendas de 56.929 automóveis e comerciais leves, aumento de 14% sobre outubro.

Ford registrou 27.056 emplacamentos, expansão de 19%.  

Caminhões

As vendas de caminhões em novembro caíram 3,2% na comparação com outubro e 7,7% sobre um ano antes, para 13.441 unidades.  
   
Volvo vendeu 1.579 caminhões, queda de 0,9% na comparação com outubro.

Enquanto isso, Mercedes-Benz apurou vendas de 3.165 unidades, queda de 6,7% sobre o mês anterior, e Scania apurou 1.098 licenciamentos de caminhões no mês passado, recuo de 2,8%.

Fonte:
Uol Economia
(Com informações da Reuters)