presidente do banco italiano Unicredit, Alessandro Profumo, confirmou que vai apresentar o pedido de demissão. Tudo indica que vai ser substituido pelo alemão Dieter Rampl.
  
Profumo é acusado por alguns dos principais accionistas de facilitar a entrada de grupos líbios sem consultar outros gestores. O italiano, de 53 anos, é o arquitecto da subida do Unicredit a um lugar de destaque na banca europeia.

 

Fonte:
Euronews