Empresários e executivos que participam do 9º Fórum Empresarial, na ilha de Comandatuba (BA), evitaram dizer quem preferem como presidente do país entre José Serra e Dilma Roussef. A resposta geral, entre os ouvidos pela reportagem, é: “tanto faz”.

“Temos certeza de que o próximo presidente do Brasil e mesmo o novo Congresso Nacional darão continuidade à linha econômica adotada até aqui”, diz Antônio Carlos Valente, presidente da Telefonica.

Outro empresário que diz compartilhar a mesma ideia é o presidente da Brinquedos Estrela, Carlos Tilkian. “Qualquer um dos dois candidatos vai manter a política econômica como está hoje. Lula colocou o Brasil na vitrine do mundo, e ninguém vai querer mudar isso”, afirma Tilkian.

Acreditar que nenhum dos candidatos trará grande mudança para o país não significa que os empresários estejam totalmente satisfeitos com o que estão vendo deles.

“A campanha ainda não começou. E, por enquanto, toda análise é feita olhando para o retrovisor, para o passado. Mas ainda não vi propostas consistentes”, afirma Horácio Lafer Piva, da Klabin.

A presidente do grupo UPS no Brasil, Nadir Moreno, também espera para ver as propostas de ambos candidatos.

“O que pode mudar alguma coisa é a troca nos ministérios. Mas estamos estudando os candidatos”, diz a executiva.

Fonte:
Uol Economia
Anne Dias
Enviada especial à ilha de Comandatuba (BA)*

(*) A jornalista viajou a convite da organização do 9º Fórum Empresarial