ESTOCOLMO, Suécia, 29 Mai 2009 (AFP) - A recessão na Suécia ganhou força no primeiro trimestre de 2009, com uma queda recorde do Produto Interno Bruto (PIB) de 6,5% em ritmo anual, anunciou o Escritório Central de Estatísticas (SCB), no que representa a maior queda desde desde o início do cálculo do índice.

Na comparação com o trimestre anterior, o PIB no primeiro trimestre retrocedeu, no entanto, menos que o previsto, com uma redução de 0,9%.

A Suécia, que tem a economia baseada nas exportações e se viu muito afetada pela redução do comércio mundial e pelos cortes de produção na indústria, terá em 2009 sua recessão mais forte desde 1940, segundo o governo.

O ministério das Finanças prevê uma recessão de 4,2% no ano, após uma recessão de 0,2% em 2008.

O desemprego, que chegou a 8,3% em abril, deve alcançar 11,7% em 2011, segundo o governo.

Fonte:
AFP