O Produto Interno Bruto dos Estados Unidos caiu 6,1% no primeiro trimestre deste ano, completando a terceira queda trimestral seguida. O número foi bem pior do que o esperado por analistas; as previsões vinham ficando, em geral, entre retração de 4% e de 5%.

É a primeira vez desde 1975 que a economia americana cai por três trimestres consecutivos. Nos últimos três meses do ano passado, a retração havia sido de 6,3%.

Tiveram contribuição negativa para o resultado do período de janeiro a março as exportações, equipamentos e software e investimento fixo residencial, entre outros fatores.

O investimento das empresas nos EUA teve queda recorde de 37,9% no primeiro trimestre, depois de já ter caído 21,7% no período de outubro a dezembro.

As exportações americanas para o mundo recuaram 30% de janeiro a março, a maior queda desde o início de 1969. As importações caíram um pouco mais, 34,1%, maior recuo desde 1975.

No setor imobiliário dos EUA, os investimentos caíram 38%, depois da queda de 22,8% no quarto trimestre de 2008.

O índice de preços medido pelo Departamento do Comércio apontou deflação de 1% no primeiro trimestre, após queda de 4,9% no último quarto de 2008. Já o núcleo do índice subiu 1,5%, acima do 0,9% verificado no último trimestre do ano passado.

Já os gastos do consumidor mostraram leve recuperação, com alta de 2,2% de janeiro a março, depois de terem caído 4,3% no trimestre anterior.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo Departamento do Comércio. A instituição fará, ainda duas revisões do PIB.

Fonte:
Uol Economia
(Com informações de Reuters e Valor Online)