Para cada mil brasileiros, há 777 celulares, 232 computadores e 391 internautas. Diante deste número, o Brasil mantém a quinta colocação no ranking dos países da América Latina que mais avançam no setor de tecnologia da informação e telecomunicações, segundo o relatório Indicador da Sociedade da Informação (ISI), divulgado pela IESE Business Scholl, da Espanha.

A teledensidade no País alcançou o índice de 80,56, com crescimento de 0,78% em relação a fevereiro. O Distrito Federal lidera a teledensidade móvel brasileira, com índice de 143,20 - 1,43 telefone para cada habitante. Em segundo lugar aparece o Rio de Janeiro, com teledensidade de 98,33 e, em terceiro lugar, o Mato Grosso do Sul, com índice de 96,34.

No ranking geral da Anatel, a região de Salvador (BA), com código de área 17, ocupa o topo da lista, com 126,59 acessos a cada 100 habitantes; seguida por Brasília (DF), com código de área 61, com 118,52, e São Paulo, com código de área 11, com 104,26.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Anatel, os dados do levantamento são baseados nas informações mensais passadas para a agência pelas operadoras de telefonia móvel.

Fonte:
JCNET
Juliana Franco