TURIM, 28 JAN (ANSA)

O conselho da Comissão Nacional Italiana para a Unesco candidatou a Via Francigena, percurso que conduzia os peregrinos e cruzados da França à Terra Santa, para ser eleita como Patrimônio da Humanidade.

Com a indicação, o local agora faz parte da lista propositiva nacional, que deve receber avaliação definitiva até junho.   

“Uma notícia belíssima para um projeto em que acreditamos muito, pela sua capacidade de valorizar o patrimônio histórico, cultural e paisagístico de algumas áreas da nossa região, além de impulsionar um turismo lento e sustentável”, declarou a assessora da Cultura e Turismo da região de Piemonte, Antonella Parigi.   

A candidatura da Via Francigena italiana à lista de patrimônios começou em março de 2017, com o protocolo subscrito pelas sete regiões (Toscana, Valle d’Aosta, Piemonte, Lombardia, Liguria, Emilia-Romana e Lazio) e com a análise preliminar coordenada pela Associação Europeia das Vie Francigene. A trilha piemontesa se estende por 650 quilômetros, envolvendo 107 cidades, cinco províncias e quatro parques naturais. A via Francigena é uma rota de peregrinação que liga a França à Roma, passando pela Inglaterra, Suíça e Itália. Na época medieval, foi uma importante estrada para quem queria visitar a Santa Sé, os túmulos dos Apóstolos Pedro e Paulo, além da Terra Santa. (ANSA).

 

Leia mais: http://www.ansalatina.com/brasil/noticias/italianos/noticias/2019/01/28/italia-candidata-via-francigena-a-patrimonio-da-unesco_81b753c4-e789-4f30-bcd7-286bdeae6d50.html