Número de migrantes que chegam à Itália pelo mar caiu 96% em dois anos.

 

Desde o mês de janeiro de 2018, apenas 23 mil migrantes chegaram à Itália pelo mar – número 96% menor do que há dois anos. Eles vinham sobretudo da Tunísia, da Eritreia, do Sudão e do Paquistão, passando pelos portos da Líbia e da Turquia.

O ministério do Interior italiano, liderado por Matteo Salvini, se orgulhou de anunciar a queda no número de pessoas que chegaram ao país, ressaltando inclusive que houve semanas sem nenhuma incidência. No mês de agosto, Salvini bloqueou, durante dez dias, migrantes resgatados pelo barco Diciotti. Desde o episódio, os desembarques de refugiados quase desapareceram.

Outros fatores impediram a chegada de novos migrantes: a ação dos guardas libaneses, que mantiveram na Líbia os que tentavam partir, e os acordos do antigo governo com as milícias de traficantes de pessoas. Com relação ao número de refugiados que chegam pelo mar, a Itália agora se encontra atrás da Espanha e da Grécia.

 

Link: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2018/12/06/numero-de-migrantes-que-chegam-a-italia-pelo-mar-caiu-96-em-dois-anos.ghtml