Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia | Agência ANSA

Itália fecha acordo para 'caçar fantasmas do universo'

A Itália firmou um acordo com os Estados Unidos para "caçar os fantasmas do universo", ou seja, descobrir partículas que passam por matérias sólidas sem deixar rastros e mudam de forma em contato com a gravidade: os neutrinos estéreis ou inertes.

"A cooperação científica entre a Itália e os EUA é, há muito tempo, um 'condutor' principal das relações entre os dois países", disse Stefano Lami, responsável científico da Embaixada italiana em Washington.

O tratado foi estabelecido na capital norte-americana, pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos e pela sede diplomática do país europeu, em nome do Ministério da Educação, no âmbito de um acordo de 2015 para pesquisa da física dos neutrinos.

O pacto prevê a realização do programa "Short Baseline Neutrino" (Sbn), que medirá as propriedades dos neutrinos, com o auxílio de cientistas de 50 países, como Brasil e Itália, no laboratório acelerador de partículas de Chicago (Fermilab).

Dentre os experimentos que o programa completará está o "Icarus", ativo na Itália de 2012 a 2014 e que permite capturar imagens dos neutrinos como uma "máquina fotográfica gigante".

A missão Icarus, cujo responsável é o físico italiano ganhador do prêmio Nobel Carlo Rubbia, será "buscar com precisão jamais vista eventos não previstos pela nossa teoria padrão, e isso representa um importante passo na pesquisa de novos fenômenos".

Satisfeito com o acordo, o secretário do Departamento de Energia dos Estados Unidos, Rick Perry, disse que vê na Itália "um parceiro muito importante para o Fermilab". 

Fonte: http://www.jb.com.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2018/07/03/italia-fecha-acordo-para-cacar-fantasmas-do-universo/