O Globo

Por Roberto Dutra

Marca de motos SWM fecha parceria com importador de peças e estreia no Brasil no fim do mês

Lançamento acontecerá no Salão Moto Brasil, no Rio

Uma nova marca de motos vai operar no Brasil. É a italiana Speedy Working Motors (SWM). Seus modelos serão importados pela Muteki, conhecida por trazer peças e acessórios de motos (como as pastilhas de freio Potenza e os filtros Hiflo). As motos são fabricadas em Biandronno, Varese, na Itália.

A SWM teve alguma fama nos anos 1970, quando participou de provas off-road na Europa e sua sigla ainda significava “Sironi Vergani Vimercate Milano”. Faliu em 1984 e só ressurgiu em 2014, quando foi comprada pelo chinês Daxing Gong, presidente do grupo Shineray. A marca hoje é capitaneada pelo respeitado engenheiro italiano Ampelio Macchi (ex-Cagiva, Aprilia e Husqvarna). Todos os motores são 4T e têm origem nas Husqvarna da fase BMW (pré-2013).

A vinda ao Brasil chegou a ser anunciada há um ano e aconteceria pelas mãos da importadora SU Trade. Os planos, porém, fizeram água e tudo teve que ser replanejado. Por ora, as motos serão vendidas em lojas multimarcas “parceiras”, e a partir de 2019 a SWM deverá abrir concessionárias próprias.

As três primeiras SWM a desembarcar serão as enduro RS 300 R e RS 500 R, por R$ 32 mil e R$ 36 mil, respectivamente, bem como a on/off-road Superdual T 600, por R$ 41 mil.

Mais à frente, deverão chegar a SM 500 R, a Superdual X e a cafe racer Grand Milano 440 (sem preços ainda). São para o segundo semestre.

A RS 300 R e a RS 500 R têm motor monocilíndrico e suspensões Kayaba. A menor tem 28cv e pesa apenas 111kg, enquanto a maior rende 38cv e pesa pouca coisa a mais: 116kg.

A Superdual T 600 é mais afeita ao asfalto. Vai custar R$ 41 mil - Divulgação

A Superdual, de 169 quilos a seco, tem suspensões Fast Race na frente e Sachs atrás. O motor também é monocilíndrico, com 35cv. Nas três a refrigeração é líquida, com dois radiadores.

Estreia em salão no Rio

Os três primeiros modelos da SWM vão estrear no Salão Moto Brasil, que acontece no Rio de 25 a 27 de maio.

As duas primeiras lojas multimarcas que venderão as SWM serão a Bikebox, em São Paulo e a Motonil, em Araras (SP). Além disso, a Muteki está negociando novos pontos de venda em Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Por enquanto, a empresa não fala em representantes no Rio.

Fonte: https://oglobo.globo.com/economia/carros/marca-de-motos-swm-fecha-parceria-com-importador-de-pecas-estreia-no-brasil-no-fim-do-mes-22665180