Panrotas - Empresa | Raphael Silva

Codeshare com Avianca e nova rota: Alitalia investe no BR

A estratégia de negócios adotada pela Alitalia após entrar em administração extraordinária mostra o Brasil como grande surpresa. Em dezembro, por exemplo, as rotas partindo do Rio de Janeiro e São Paulo rumo a Roma obtiveram a maior taxa de ocupação de toda a malha global da empresa, um dos resultados que fizeram com que a companhia investisse ainda mais no País. Nos próximos meses, um acordo de codeshare junto à Avianca deverá ser anunciado para ampliar ainda mais as conexões da aérea italiana por aqui.

"O Brasil é um dos mercados-chave nesse momento de recuperação que temos vivido", destacou o country manager da Alitalia em solo brasileiro, Carlos Antunes, em entrevista exclusiva ao Portal PANROTAS. Segundo ele, o País saltou de 5º para 3º nos negócios globais da aérea em 2017. Neste ano, porém, com um aumento de 44% na oferta de voos, a expectativa é de que se torne o vice-líder, atrás apenas da Itália.

A taxa de ocupação de 85% é outro destaque positivo que mostra o potencial da conexão aérea entre Brasil e Itália, de acordo com Antunes. Até por isso, a Alitalia já estuda a possibilidade de pousar seus aviões em um novo aeroporto brasileiro, além de Guarulhos e Galeão. "Isso já é tratado pelo alto escalão da empresa, mas posso dizer que não será no Nordeste", revelou.

Agentes de viagem representam mais da metade do share de vendas da aérea

"AGENTES SÃO FUNDAMENTAIS"
Se o momento da Alitalia no Brasil é comemorado, muito se deve à atuação dos agentes de viagens. Isso porque, segundo Antunes, eles representam "bem mais do que a metade" do share de vendas da empresa por aqui e estiveram ao lado da empresa no momento mais delicado.

"Desde que entramos em administração extraordinária, eles nunca viraram as costas para nós. Pelo contrário, nos apoiaram desde o início", destacou Carlos Antunes.

Em resposta a esse apoio, a Alitalia comanda uma blitz de vendas no Rio de Janeiro com o objetivo de visitar mais de 50 agências de viagens e encher os voos rumo a Roma. Além disso, também levará uma comissão com dez CEOs e donos das principais agências brasileiras à convenção anual de vendas. O objetivo: otimizar o relacionamento com o trade.

"O Brasil contará com uma das maiores delegações no evento. Lá, mostraremos Roma sob a perspectiva da Alitalia, com experiências, networking e capacitação aos nossos principais parceiros", concluiu o executivo.

O FUTURO DA ALITALIA
Muito se especula sobre o futuro da Alitalia e as possibilidades de compra das ações que pertencem ao governo da Itália (51%). Ao Portal PANROTAS, porém, Carlos Antunes revelou que o alto escalão da empresa admite que ainda não há uma proposta na mesa que seja atraente a uma possível venda, que só deverá ser selada em um "pacote completo".

"O negócio não sairá se chegarem propostas apenas por slots, por exemplo. A vontade [do governo] é que a Alitalia seja vendida como um todo, para que o mercado aéreo não sinta tanto os efeitos dessa transação", completou.

Fonte: http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/empresas/2018/03/codeshare-com-avianca-e-nova-rota-alitalia-investe-no-br_153887.html