Jornal do Brasil - Internacional / Agencia ANSA: 18 de dezembro de 2017

Itália fabrica 1º Pandoro produzido com insetos

Doce tem gosto de avelã e é feito com farinha de bicho-da-seda

ela primeira vez, a Itália fabricou para as festas de fim de ano um Pandoro feito com farinha de insetos, especialmente o bicho-da-seda. A nova especialidade gastronômica foi preparada pelo foodblogger MasterBug e segue as indicações da Europa no que diz respeito aos "Novos Alimentos", que são produzidos por um processo diferente dos realizados habitualmente, em particular, com o uso de insetos comestíveis.

O doce é fabricado com manteiga, ovos, leite, farinha branca e 20% de farinha derivada de bichos-da-seda, criada para consumo humano. A receita fica com gosto parecido ao avelã.Mas, além do sabor, este Pandoro é uma importante fonte nutricional. A porcentagem total de proteína e lipídios é, respectivamente, 55,6% e 32,2%. Os bichos-de-seda têm níveis elevados de aminoácidos essenciais. Além disso, o teor nutricional de 100 gramas de farinha é de 55g de proteína, 8,5g de gordura, 6g de fibra, 25,43 g de carboidrato.

Os dados mostram que a farinha de bichos-de-seda e de insetos é uma nova fonte de proteínas de alta qualidade. A partir do próximo ano, também na Itália, será possível comprar e provar esses novos alimentos que já são consumidos por 2 bilhões de pessoas em todo o mundo.

Em pelo menos 90 países, os insetos são um alimento muito comum e algumas espécies são consideradas uma prato muito valorizado.

Fonte: http://www.jb.com.br/internacional/noticias/2017/12/18/italia-fabrica-1o-pandoro-produzido-com-insetos/