Jornal do Brasil / Agência ANSA

Pizza italiana pode virar patrimônio da Unesco nesta semana

Comitê analisará pedido entre 4 e 8 de dezembro na Coreia do Sul

O 12º Comitê da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) vai decidir entre 4 e 8 de dezembro se a "arte dos pizzaiolos napolitanos" será adicionada à lista de patrimônios imateriais. Com o objetivo de promover a arte da pizza napolitana, já que o alimento representa a Itália no mundo, o país lançou a candidatura. No entanto, a disputa não faz referência à qualidade do alimento, mas sim ao trabalho criativo dos pizzaiolos.    

A cerimônia final, quando ocorrerá a divulgação do resultado, acontecerá no dia 9 de dezembro na ilha de Jeju, na Coreia do Sul.Pelo menos 24 países fazem parte do Comitê Intergovernamental da Unesco. Entre eles, estão inclusos apenas dois países europeus: Áustria e Chipre, que já se declararam prontos para apoiar os fabricantes da pizza napolitana. O evento ainda contará com a presença dos embaixadores italiano na Unesco, Vincenza Lomonaco, e o sul-coreano, Marco della Seta.    

A delegação italiana será liderada por Pier Luigi Petrillo, especialista jurídico e curador do dossiê da candidatura nos últimos anos. Na tentativa de garantir um "sim", a Itália lançou a campanha online #PizzaUnesco para apoiar a candidatura da "arte dos pizzaiolos napolitanos". Ao todo, 2 milhões de pessoas de mais de 90 países assinaram a petição.    "Estou certo que depois de oito anos de trabalho poderemos obter o reconhecimento da Unesco", afirmou Petrillo, ressaltando que "é fundamental explicar que não é um reconhecimento da pizza".    

"A pizza nunca receberá reconhecimento da Unesco, nem pode ser candidata em uma lista da Unesco, tanto é que o reconhecimento não é uma certificação de qualidade, não é uma certificação de origem, não é uma lista de produtos típicos", acrescentou o curador.    

"O que é avaliado é a expressão cultural de uma comunidade, o napolitano, é o trabalho dos fabricantes de pizza, sua cultura, sua tradição e sua identidade. Será o único em seu gênero, porque será um prêmio de trabalho, de sacrifício, da autêntica fortaleza cultural", finalizou Petrillo. 

Fonte: http://www.jb.com.br/cultura/noticias/2017/12/04/pizza-italiana-pode-virar-patrimonio-da-unesco-nesta-semana/