Jornal do Brasil /Agência ANSA - 1º de junho de 2017

PIB italiano cresce mais que o esperado no 1º trimestre

Alta foi de 0,4%, o que elevou para 1,2% a expectativa anual

O Produto Interno Bruto (PIB) da Itália cresceu mais do que o previsto e atingiu 0,4% no primeiro trimestre de 2017, em comparação com os três meses anteriores, obrigando o Instituto Italiano de Estatísticas (Istat) a elevar nesta quinta-feira (1º) a previsão de crescimento econômico anual para 1,2%.

Em um relatório preliminar divulgado em 16 de maio, o Istat esperava que a Itália encerrasse o primeiro trimestre de 2017 com uma alta de 0,2% no PIB, mas os dados revelados hoje mostram que o país cresceu 0,4% entre janeiro e março devido ao desempenho inesperado do setor de serviços e da demanda interna.

"Foi revisada a expectativa de crescimento do PIB para a Itália em 2017. A Itália cresce mais que o previsto e o trabalho continua", comemorou o primeiro-ministro Paolo Gentiloni, do Partido Democrático (PD), no Twitter.

Com isso, a previsão do PIB italiano para 2017 saltou para 1,2% na base anual, contra o 0,8% de anteriormente, e se torna a maior expectativa de atividade econômica desde o último trimestre de 2010.

O ex-premier Matteo Renzi, também do PD, celebrou a notícia e disse que o governo "está focado no futuro". "E o futuro precisa de uma Itália que continua crescendo e criando emprego, não de uma Itália que quer viver de subsídios e assistencialismo", exaltou.

Com a revisão da previsão, a Itália recupera posições dentro da União Europeia (UE) nos índices econômicos. As previsões para a Alemanha são de 0,6% de alta no PIB no primeiro trimestre e de 2,9% no ano, enquanto para a França é de 0,4% e de 1%, respectivamente.

Fonte: http://www.jb.com.br/economia/noticias/2017/06/01/pib-italiano-cresce-mais-que-o-esperado-no-1o-trimestre/?from_rss=opiniao