A Trevisan – Escola de Negócios, comunica que devido a problemas inesperados na agenda do palestrante Sr. Guido Mantega e às últimas mudanças ocorridas no Programa de Aceleração de Crescimento (PAC), o seminário “PAC e Oportunidades para empresas” teve sua data alterada.A nova data será comunicada ainda este mês.Agradecemos a compreensão e nos colocamos à disposição no que for necessário.Qualquer dúvida entrar em contato no tel.: 011 3138 5199 Com investimentos para infra-estrutura previstos em torno de R$ 503,9 bilhões, o objetivo principal do Programa de Aceleração do Crescimento, PAC, é desburocratizar e melhorar o ambiente de negócios, promovendo o aumento do PIB potencial do País. Com um sistema de metas e de acompanhamento bem-definidos, o PAC traz desoneração tributária, oportunidades de investimentos públicos e privados, bem como benefícios para diversos setores. Para entender, discutir e aproveitar todas as oportunidades oferecidas pelo PAC, a Trevisan organiza o seminário PAC e Oportunidades para Empresas, em 25 de maio, contando com personalidades e especialistas do governo, empresariado e principais entidades envolvidas no assunto. PÚBLICO ALVO: Presidentes, vice-presidentes, superintendentes, diretores e gerentes de captação de recursos, PPP, jurídico, contratos, project finance, planejamento, riscos, desenvolvimento, assuntos internacionais de Empresas de diversos segmentos, indústria de base, instituições financeiras e mercado de capitais, fundos de pensão, concessionárias de energia elétrica, transportes, saneamento, habitação, segurança, construtoras, escritórios de advocacia e consultorias especializadas em infra-estrutura, seguradoras, agências reguladoras, órgãos do governo, entre outras. PROGRAMAÇÃO 8h15 – Welcome coffee 8h45 – Palestra de Abertura Antoninho Marmo Trevisan, Presidente Empresas Trevisan Coordenador de mesa Luiz Guilherme Piva, Diretor de Finanças Grupo Trevisan ________________________________________ 9h15 – INVESTIMENTOS, OBJETIVOS E PRIORIDADES DO PAC Principais pressupostos macroeconômicos, prioridades de investimentos, objetivos e projetos principais no Programa de Aceleração do Crescimento Guido Mantega, Ministro da Fazenda (a confirmar) Ministério da Fazenda ________________________________________ 10h15 – PAINEL DE DISCUSSÃO: DESAFIOS, DIFERENCIAIS E EXPECTATIVAS PARA O EMPRESARIADO PAC: Principais pontos de discussão, quais são realmente seus diferenciais, oportunidades e desafios e quais são as expectativas dos empresários em seus diferentes setores Paulo Godoy, Presidente ABDIB ________________________________________ 11h – Brunch ________________________________________ 11h45– PAINEL: VISÃO DOS EMPRESÁRIOS E SOCIEDADE-ANÁLISE DA PESQUISA CIESP IPSUS Impactos do PAC a curto, médio e longo prazo na visão da Ciesp e uma análise da pesquisa sobre o PAC quanto às expectativas dos empresários sobre os principais projetos, investimentos e impactos. Cláudio Vaz, Presidente Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, Ciesp Análise da visão da Sociedade: por que as diferenças entre regiões e como a opinião da sociedade pode auxiliar em possíveis mudanças no PAC Alberto Almeida, Diretor Ipsos ________________________________________ Painel de Discussão 13h – APLICAÇÃO DOS RECURSOS DO FUNDO DE INFRA-ESTRUTURA PELOS EMPRESÁRIOS Como o empresário pode se habilitar para utilizar os recursos do Fundo de Investimento em Infra-estrutura, originários de “sobras de caixa” do FGTS, para implementar projetos nos diferentes setores da economia. Jorge Hereda, Vice-presidente de Desenvolvimento Urbano Caixa Economica Federal 13h50 – VANTAGENS E MUDANÇAS NA TRIBUTAÇÃO Como entender quais as principais vantagens, desafios e expectativas quanto à desoneração tributária anunciada pelo governo federal pelo PAC. Principais aspectos das três medidas do PAC que, juntas, já reduzirão em R$ 4,7 bilhões a arrecadação federal estimada para este ano Lucio Abrahão Monteiro Bastos, Sócio Diretor BDO Trevisan Auditores ________________________________________ 14h30 – Coffee Break ________________________________________ 14h50– IMPACTOS E OPORTUNIDADES DO PAC NO SETOR ENERGÉTICO Estratégia do governo federal para o setor energético no PAC: principais mudanças, impactos e perspectivas trazidos pelo PAC ao setor energético “O PAC prevê investimentos de R$ 11,5 bilhões para a geração de energia neste ano e mais R$ 54,4 bilhões entre 2008 e 2010, e mais R$ 20,7 bilhões após esse período. A estimativa do governo é a de que as usinas demandarão investimentos da ordem de R$ 20 bilhões”. Folhanews, 7/3 Luiz Nelson, Diretor Sócio Grupo Trevisan ________________________________________ 15h35– IMPACTOS MICROECONÔMICOS Principais impactos microeconômicos dos projetos prioritários (energia, transportes, habitação, etc.) do PAC, sobretudo com relação a crédito e tributos. Alcides Leite, Professor Trevisan Escola de Negócios & Inspetor Analista Banco Central do Brasil ________________________________________ 16h20 – PAINEL: OPORTUNIDADES, INVESTIMENTOS E DESBUROCRATIZAÇÃO – UMA ANÁLISE POLÍTICO-ECONÔMICA DO PAC Efeitos dos projetos prioritários nas possibilidades de investimentos, negócios e crescimento para as empresas. Como o PAC pode deslanchar investimentos e projetos anteriormente parados ao retirar entraves e abordar a questão das licenças ambientais, estruturas de financiamento, além de regras de desapropriação, entre outros. Rodrigo Vilaça, Diretor-executivo Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários - ANTF Luis Nassif, Jornalista e Comentarista Agência Dinheiro Vivo Guilherme Narciso de Lacerda, Diretor Presidente Fundação dos Economiários Federais, Funcef Edoardo Polastri, Presidente da Câmara Ítalo-Brasileira e Senador ________________________________________ 18h – Encerramento Data: 25 de maio de 2006 Período: das 8h15 às 18h Investimento: R$ 1200,00 *15 % de desconto para inscrições até 15 dias antes do evento e 20 % de desconto para grupos de três ou mais pessoas. *Inscrições pagas e canceladas até 10 dias antes do evento, o reembolso será 90 % do valor e até dois dias antes, 70 %. Após esta data, somente substituições serão aceitas