Sophia Loren, considerada a maior atriz da Itália e uma das maiores atrizes de todos os tempos será homenageada, na 13ª edição do Festival de Cinema Italiano no Museu da Imagem e do Som (MIS), a qual dedicaremos uma retrospectiva de filmes e uma exposição fotográfica da atriz nos sets de filmagem.

Em 1962, ganhou fama internacional, quando recebeu o Oscar de Melhor Atriz pelo filme Duas mulheres, que também lhe rendeu o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes e o  New York Film Critics Circle Awards. Ela detém o recorde por ter recebido seis David di Donatello Awards de Melhor Atriz, o maior número já recebido, pelos filmes: Duas Mulheres (1960); Ontem, Hoje e Amanhã; Matrimônio à Italiana (pelo qual ela foi nomeada para um segundo Oscar); I girasoli; A viagem (1974); e Um Dia Muito Especial.

Além do Oscar, ela ganhou um Grammy Award, cinco Globos de Ouro especiais, um Bafta, o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes, e o Oscar Honorário em 1991. Em 1995, ela recebeu o Prêmio Cecil B. DeMille pelas realizações ao longo da vida. Em 1999, Sophia Loren foi reconhecida como uma das 25 maiores lendas do cinema norte-americano do sexo feminino na pesquisa do American Film Institute, da AFI’s 100 Years…100 Stars.

Sua filmografia conta com obras como: “Love, Marilyn” (2012); “Nine” (2009); “Sábado, Domingo e Segunda” (1998); “Um Dia Muito Especial” (1977); “O Homem de La Mancha” (1972) e “Duas Mulheres” (1960).

Confira a programação: