UE e Mercosul se reúnem em Bruxelas na busca de avanço em acordo de comércio

A União Europeia (UE) e o Mercosul voltarão a se reunir dias 30 e 31, em Bruxelas, em nível técnico e de ministros, com a expectativa de avançar na barganha para concluir o acordo de livre comércio birregional. Nas discussões que antecederam o convite da comissária de Comércio da UE, Cecilia Malmstrom, aos ministros do Mercosul, o bloco do Cone Sul deixou claro que só faria sentido essa reunião se os europeus aparecessem com a oferta melhorada para produtos como carne bovina e etanol. O Mercosul entende que, de sua parte, a oferta final já foi feita. Em Buenos Aires, em dezembro, Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai aceitaram abolir de maneira acelerada, em dez anos, as alíquotas de importação de 60% do que importam da UE, em vez de 15 anos, como vinham defendendo. Antes, só 19% tinha liberalização em dez anos. No geral, o Mercosul atendeu demanda da UE e se comprometeu a eliminar tarifas em 90% das importações originárias da Europa comunitária. No entanto, em Buenos Aires os europeus embolsaram a concessão, mas alegaram de novo que não estavam prontos para reagir. (Fonte: Valor Econômico - 18.01.2018).