ITALCAM fecha acordo de comunicação com ANSA no Brasil

(ANSA) - A ANSA e a ITALCAM (Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura) fecharam um acordo para que a agência de notícias produza e divulgue conteúdos e informações relacionadas à atividade da entidade no Brasil, além de garantir benefícios aos associados.

Maior agência de notícias da Itália e presente em mais de 90 países, com distribuição de conteúdos em português, italiano, espanhol, inglês e árabe, a ANSA colaborará com a ITALCAM para alcançarem maior visibilidade no Brasil, além de aprimorar a comunicação com seus associados.

Com este acordo, a ITALCAM fornecerá às empresas associadas uma proposta única sobre os serviços de comunicação e publicidade de alto nível, capaz de reforçar a gestão do brand empresarial. Parceiro operativo no acordo, a We Communication atua na área de marketing, publicidade e editoração para várias marcas no mercado italiano e internacional.

Já a ANSA tem penetração em mais de 300 veículos de imprensa no Brasil e credibilidade de mais de 60 anos de história, com uma consolidada rede de jornalistas profissionais que promovem os valores italianos em todo o mundo.

Já a ITALCAM é uma instituição reconhecida pelos governos brasileiro e italiano, cuja finalidade é a de cooperar e fomentar o desenvolvimento das relações econômicas e culturais entre Brasil e Itália. Fundada em 1902, a ITALCAM é reconhecida pela sua credibilidade e como a mais válida porta de entrada no Brasil e na Itália.

Ao longo do ano, a ANSA produzirá seis materiais jornalísticos sobre o cenário econômico brasileiro e dados relacionados às atividades da ITALCAM, além de outros quatro relatórios, com divulgação trimestral, sobre as iniciativas e promoções da ANSA para os associados.

Além da troca de logos da ITALCAM e da ANSA em seus respectivos websites, os associados da ITALCAM terão direito a acessar as notícias diárias produzidas pela ANSA, incluindo informações de política, internacional, economia e assuntos gerais, com ênfase nas relações entre Brasil e Itália. (ANSA)